Desafios e Oportunidades na Trajetória de Carreira de Xilogravuristas Caririenses

Luana Pinheiro Nabor, Rebeca Grangeiro

Resumo


Resumo

Objetivo: Este estudo buscou descobrir as motivações que levaram os artesãos xilogravuristas da região do Cariri cearense a escolher o artesanato da tipografia madeira (xilogravura) como carreira; e identificar os desafios e oportunidades presentes nessa profissão.

Teorias: Utilizou-se os conceitos de carreiras modernas e contemporâneas.

Método: Utilizou-se de entrevistas como instrumento de coleta de dados e procedimento para a coleta e elaboração do roteiro foi a estratégia da História de Vida.

Resultados: A partir da análise dos depoimentos desses artesãos, identificou-se fatores semelhantes em seus discursos: em se tratando de suas motivações para a entrada na profissão, relatou-se a presença de parentes e amigos envolvidos na atividade como fator significativo. Ademais, como desafios, encontra-se, principalmente, a dificuldade financeira e a aquisição de materiais para a confecção da xilogravura. Todos os entrevistados se referiram aos convites para participações de exposições como oportunidades profissionais bem como a importância que suas redes de relacionamento proporcionaram ao longo da carreira, cumprindo o papel de apoio para esses artesãos. 

Contribuições teóricas/ metodológicas:  O artigo contribuiu ao analisar a carreira dos artesãos sobre o aspecto organizacional, através do estudo da trajetória de carreira.

Contribuições gerenciais/ sociais: O estudo traz a importância de estudar sobre os artistas xilogravuristas, trazendo maior visibilidade para essa categoria de artesãos.

Palavras-chave: Trajetória de carreira. Xilogravura. Artesanato. Desafios e oportunidades.

 

Abstract

Objective: This paper sought to identify the motivations that led Cariri’s region woodcutters to choose the woodcut typography (xylography) as a career; and, identify the challenges and opportunities within this profession.

Theories: The concepts of modern and contemporary careers were used.

Method: Interviews were used as a data collection tool and the procedure for the collection and elaboration of the script was the Life History strategy.

Results: Following the analysis of the artisan’s interviews, it was identified similar factors in their speeches: concerning their motivations to enter the profession, was reported the presence of relatives and friends involved in the activity as a significant factor. Furthermore, as challengers, it was found, mainly, the financial difficulty and the acquisition of the raw materials to the making of the xylography. All the interviewees reported the invitations to expositions as professional opportunities as well as the relevance that their networks had at the beginning of their careers, fulfilling the role of support for these artisans. 

Theoretical/ methodological contributions: The article contributed by analyzing the career of artisans on the organizational aspect, through the study of their career trajectory.

Managerial/ social contributions: The study brings the importance of studying about xylography, bringing greater visibility to this category of artisans.

Keywords: Career path. Woodcut. Crafts. Challenges and opportunities.


Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, A. B. Um estudo sobre a jornada profissional do artista e as teorias de carreira. Pensamento & Realidade, v. 27, n. 4, p.71-90, 2012.

ANDERSON, M. M. M.; TONATO, R. M.; TAVARES, L. M. Transição de carreira: mudança profissional a partir dos 40 anos. Revista de Carreiras e Pessoas (ReCaPe)| ISSN-e: 2237-1427, v. 9, n. 1, 2019.

ANDRADE, G. A; KILIMNIK, Z. M; PARDINI, D. J. Carreira tradicional versus carreira autodirigida ou proteana: um estudo comparativo sobre a satisfação com a carreira, a profissão e o trabalho. Revista de Ciências da Administração, v. 13, n. 31, p. 58-80, 2011.

BELK, R. W. Possessions and the extended self. Journal of consumer research, v. 15, n. 2, p. 139-168, 1988.

BENDASSOLLI, P. F. Recomposição da relação sujeito-trabalho nos modelos emergentes de carreira. Revista de Administração de Empresas, v. 49, n. 4, p. 387-400, 2009.

CARVALHO, G. Xilogravura: os percursos da criação popular. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, n. 39, p. 143-158, 1995.

CARVALHO, G. Xilogravura: doze escritos na madeira. Museu do Ceará, Secretaria da Cultura e Desporto do Ceará, 2001.

CLOSS, L. Q.; OLIVEIRA, S. R. de. História de Vida e Trajetórias Profissionais: Estudo com Executivos Brasileiros. Revista de Administração Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 19, n.4, p. 525-543, 2015.

DUARTE, C. M. et al. A religiosidade e o turismo em uma cidade do interior do Ceará. InterSciencePlace, v. 11, n. 2, 2016.

DUARTE, M. F; SILVA, A. L. A experimentação do risco na carreira criativa: o caso de mestres da cultura do artesanato cearense. Revista Eletrônica de Ciência Administrativa, v. 12, n. 2, p. 156-172, 2013.

EVANS, P. Carreira, sucesso e qualidade de vida. RAE - Revista da Administração de Empresas, São Paulo, v. 36, n. 3, p. 14-22, jul./ago./set. 1996.

FARIA, A.M.; SILVA, A.R.L. Artesanato nos estudos organizacionais: A literatura brasileira 11 de 2006 a 2015. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, Rio de Janeiro,

v.11, n.2, p.120-135, 2017.

GABRIEL, A. L. Xilogravura como expressão da cultura popular. 2013. TCC - Posse, Goiás.evans

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 8 reimpr. São Paulo: Atlas, v. 201, 2007.

GRANGEIRO, R. R; BARRETO, A. J. T. P.; SILVA, J. S. Análise de artigos científicos sobre carreira em Administração. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, v. 12, n. 1, p. 47-60, 2018

GRANGEIRO, R. R.; BASTOS, A. V. B. O artesanato em Juazeiro do Norte/CE: memória de uma atividade de trabalho. Revista Memória em Rede, v. 11, n. 21, p. 147-166, 2019

GRANGEIRO, R. R.; BASTOS, A. V. B Organização do trabalho artesanal: examinando aspectos de inovação e visibilidade do artesanato no Cariri cearense. Revista de Psicologia, v. 7, n. 2, p. 33-48, 2016.

GRANGEIRO, R. R.; SILVA JÚNIOR, J. T. Carreira e Artesanato: A Trajetória Profissional de Uma Família de Artesãos. Revista Interdisciplinar de Gestão Social, v. 8, n. 3, p. 145-168, 2019.

LIMA, B. S. O uso da internet na venda e divulgação dos produtos e serviços de hospedagem: o caso de Dourados/MS–Brasil. Revista Hospitalidade, n. 2, 2013.

MASCÊNE, D. C; TEDESCHI, M. Termo de referência: atuação do Sistema SEBRAE no artesanato. Brasília: SEBRAE, v. 20, 2010.

MENEZES, F. C. Xilogravura-o sertão do nosso olhar. Revista Trama Interdisciplinar, v. 1, n. 1, 2010.

MENDONÇA, G. C.; SANTOS, N.F.; LOTTI, V. Xilografia: da teoria à arte de gravar In: Anais… X Encontro do Grupo de pesquisa Educação Arte e Inclusão, 2014.

PALHARES, M. M. O ex-libris e a xilogravura como possibilidade de exploração no ensino de artes visuais. Monografia - Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2015.

PAULI, J. et al. Modelos de carreira, inclinações profissionais e satisfação com a vida. Race: revista de administração, contabilidade e economia, v. 16, n. 1, p. 305-326, 2017.

SCRASE, T. J. Precarious production: globalisation and artisan labour in the Third World. Third World Quartely, v. 24, n. 3, p. 449-461, 2003.

SOUZA, L. K. V. Construção de índice para as xilogravuras de cordel da Biblioteca de Obras Raras Átila Almeida da Universidade Estadual da Paraíba. 50 f. TCC - Universidade Estadual da Paraíba, João Pessoa, 2016.

STEWART, S. On longing: Narratives of the miniature, the gigantic, the souvenir, the collection. Duke University Press, 1993.

VARGAS, D. L.; FIALHO, M. A. V. Artesanato, Identidade Cultural e Mercado Simbólico: dinâmica da Vila Progresso em Caçapava do Sul-RS. Desenvolvimento em Questão, v. 17, n. 49, p. 191-208, 2019.

VIEIRA, C. L. S.; SOUSA, P. A.; GRANGEIRO, R. R. Carreira profissional no artesanato: um estudo com artesãos escultores em madeira. Revista de Carreiras e Pessoas (ReCaPe), v. 9, n. 1, p. 9-27, 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista Horizontes Interdisciplinares da Gestão

INDEXADORES:

Google Scholar: https://scholar.google.com.br/citations?hl=pt-BR&user=JVvUhPQAAAAJ